Open/Close Menu Joseph El-mann
reacoes-alergicas

As alergias costumam trazer à mente crises de espirros, coriza ou olhos lacrimejantes. Embora esses sejam sintomas de alguns tipos de doenças alérgicas, é importante entender que uma reação alérgica é, na verdade, o resultado de uma reação em cadeia que começa nos genes e é expressa pelo sistema imunológico.

O que acontece dentro do seu corpo quando você tem uma reação alérgica?

Seu sistema imunológico controla como o seu corpo se defende. Por exemplo, se você tem alergia ao pólen, seu sistema imunológico identifica o pólen como um invasor ou alérgeno. Seu sistema imunológico reage exageradamente ao produzir anticorpos chamados Imunoglobulina E (IgE). Esses anticorpos vão para as células que liberam produtos químicos, causando uma reação alérgica. Esta reação geralmente causa sintomas no nariz, pulmões, garganta, seios da face, orelhas, revestimento do estômago ou na pele.

Cada tipo de IgE possui “radar” específico para cada tipo de alérgeno. É por isso que algumas pessoas são alérgicas apenas a pêlos de gato (elas só têm anticorpos IgE específicos para pêlos de gato); enquanto outros têm reações alérgicas a vários alérgenos porque têm muito mais tipos de anticorpos IgE.

Ainda não está totalmente compreendido por que algumas substâncias desencadeiam alergias e outras não, nem por que algumas pessoas têm reações alérgicas e outras não. Um histórico familiar de alergias é o fator mais importante que o coloca em risco de desenvolver uma doença alérgica.

Tipos de doenças alérgicas

Existem vários tipos de doenças alérgicas. A rinite alérgica pode ser sazonal ou o ano todo. A rinite alérgica sazonal, freqüentemente chamada de “febre do feno”, geralmente ocorre na primavera, verão ou outono. Os sintomas incluem espirros, nariz entupido ou corrimento nasal e comichão no nariz, olhos ou no céu da boca. Quando os sintomas ocorrem o ano todo, eles podem ser causados pela exposição à alérgenos internos, como ácaros, fungos ou animais de estimação.

A urticária é caracterizada por inchaços vermelhos que coçam e podem ocorrer em aglomerados, podendo ser grandes ou pequenos. A urticária costuma ser desencadeada por certos alimentos ou medicamentos.

A conjuntivite alérgica, ou alergia ocular, ocorre quando os olhos reagem aos alérgenos com sintomas de vermelhidão, coceira e inchaço.

A dermatite atópica ou eczema, geralmente resulta da exposição de um alérgeno à pele. Os sintomas incluem coceira, vermelhidão e descamação da pele. Os sintomas começam na infância em 80% das pessoas com dermatite atópica. Mais de 50% das pessoas com dermatite atópica também desenvolvem asma.

A asma é uma doença pulmonar crônica caracterizada por tosse, aperto no peito, falta de ar e respiração ofegante. Quando você experimenta sintomas de asma, suas vias aéreas inflamadas ficam estreitas, tornando mais difícil respirar. Até 78% das pessoas com asma também têm rinite alérgica. Se você tem alergias, inalar alérgenos pode causar aumento do inchaço do revestimento das vias aéreas e estreitamento adicional das passagens de ar. A asma também pode piorar como resultado de infecções do trato respiratório ou exposição a irritantes como a fumaça do tabaco.

Se você tem alergia alimentar, seu sistema imunológico reage exageradamente a uma proteína específica encontrada naquele alimento. Os sintomas podem ocorrer ao entrar em contato com apenas uma pequena quantidade de alimento. Os gatilhos mais comuns são as proteínas do leite de vaca, ovos, amendoim, trigo, soja, peixe, marisco e nozes.

Se você tem congestão nasal, pressão facial, tosse e secreção nasal espessa, pode estar com rinossinusite, comumente chamada de sinusite. A sinusite é um inchaço dos seios da face, que são cavidades ocas dentro dos ossos da bochecha, ao redor dos olhos e atrás do nariz.

Pessoas com rinite alérgica ou asma têm maior probabilidade de sofrer de sinusite crônica. Isso ocorre porque as vias aéreas têm maior probabilidade de ficar inflamadas quando há rinite alérgica ou asma.

Reações alérgicas graves

A anafilaxia é uma reação alérgica grave com risco de vida. As reações anafiláticas mais comuns são a alimentos, picadas de insetos, medicamentos e látex.

A anafilaxia geralmente afeta mais de uma parte do corpo ao mesmo tempo. Os sintomas incluem uma sensação de calor, rubor, erupção na pele com coceira e vermelhidão, sensação de tontura, falta de ar, aperto na garganta, ansiedade, dor/cãibras e/ou vômitos e diarreia. Em casos graves, o indivíduo pode sentir uma queda na pressão arterial que resulta em perda de consciência e choque.

A anafilaxia requer tratamento médico imediato, incluindo uma injeção de epinefrina e uma ida ao pronto-socorro de um hospital. Se não for tratada adequadamente, a anafilaxia pode ser fatal.

Diagnosticar e tratar reações alérgicas

Para determinar se você tem uma alergia, você deve procurar um alergista. Ele fará um histórico médico completo e um exame físico, podendo realizar um teste cutâneo de alergia, ou às vezes um teste de sangue, para determinar qual substância está causando sua alergia.

Assim que os gatilhos da alergia forem identificados, o alergista pode ajudá-lo a estabelecer um plano de tratamento adequado para você. Em muitos casos, a imunoterapia para alergia na forma de injeções ou comprimidos é uma abordagem de tratamento de longo prazo eficaz e econômica.

Embora ainda não haja cura para a doença alérgica, seu alergista pode diagnosticar o problema de maneira adequada e desenvolver um plano para ajudá-lo a se sentir melhor e a viver melhor.

Dicas saudáveis

Os sintomas de alergia são o resultado de uma reação em cadeia que se inicia no sistema imunológico;
Se você tem histórico familiar de alergias, corre um risco muito maior de desenvolver doenças alérgicas;
Os tipos de doenças alérgicas incluem rinite alérgica (febre dos fenos), eczema, urticária, asma e alergia alimentar;
Alimentos, medicamentos, picadas de insetos e exposição ao látex podem desencadear anafilaxia, que é uma reação alérgica grave que ocorre muito rapidamente e, em alguns casos, pode ser fatal. Se você (ou alguém com quem você estiver) começar a apresentar sintomas de anafilaxia, peça ajuda médica para chegar ao pronto-socorro mais próximo;
Converse com seu pediatra ou alergista sobre os vários tratamentos disponíveis para ajudá-lo a se sentir melhor.

Sentir-se melhor. Viver melhor.

Os cuidados certos podem fazer a diferença entre sofrer de uma doença alérgica e sentir-se melhor. Ao visitar seu pediatra, peça indicação de um alergista. Juntos, eles fecharão um diagnóstico preciso, um plano de tratamento que funciona e informações educacionais para ajudá-lo a controlar sua doença.

2020 © Copyright - Joseph El-Mann. Todos Direitos Reservados.

Agende sua consulta
Agende sua consulta
Agende sua consulta