Open/Close Menu Joseph El-mann
erros-joseph-capa

 

Independente de um pedido de desculpa acompanhado de um beijo, nós devemos ser firmes e mostrarmos para nossos filhos o que ele fez, onde ele errou, o que ele poderia ter feito ou não naquela situação. É doloroso, nós sabemos, mas precisamos impor limites para que eles saibam conviver com outras crianças e tornem-se adultos honestos.

Você tem justificado os erros do seu filho?

Veja bem, nós não estamos falando sobre ignorar as necessidades emocionais dos nossos filhos, tampouco não dar o colo tão precioso e necessário, mas sim em mostrarmos desde cedo, com amor, que em alguns momentos as suas vontades não serão atendidas.

Quando seus pais tentarem te ensinar, procure aprender, porque a vida não ensina com o mesmo amor

Uma boa dica: Após o desgaste, quando tudo já estiver calmo, é dizer o quanto o ama, explicar a sua intenção com aquela atitude e abraçá-lo para que seu filho absorva da melhor maneira possível os seus ensinamentos.

Nós recebemos o texto da Coordenadora Pedagógica da Escola Builders – Educação Bilíngue, Marieta P. Lefèvre, e resolvemos compartilhar com vocês.

“Apesar de os pais normalmente educarem os filhos para que tenham bom caráter e sigam alguns preceitos básicos, nem sempre os filhos adotam essas condutas.

É muito difícil encarar alguns fatos, mas às vezes nossos filhos têm atitudes que consideramos inaceitáveis: roubam, mentem, enganam, fazem os outros sofrerem, matam.

Filhos que cometem erros

Nesses casos, por mais duro que possa parecer para um pai ou para uma mãe, precisam ser punidos.

Dar limites e broncas quando necessário, responsabilizar os filhos pelo que fazem, conversar e orientar sempre; ser bons modelos e transmitir valores éticos são tarefas dos pais desde que os filhos nascem.

“Passar a mão na cabeça”, ou seja, encobrir e justificar erros dos filhos pode ter consequências arrasadoras no futuro.

Em meus anos de experiência vi vários casos de crianças que nunca eram responsabilizadas pelos seus erros, os pais sempre justificavam ou diminuíam o problema, muitas vezes até culpando os outros pelas falhas do filho.

O filho maltrata um coleguinha – a culpa é do colega que não sabe se defender.
O filho bate na professora – quem mandou ser tão incompetente?
O filho maltrata um gatinho – coitado, ele só estava fazendo uma experiência.
O filho destrói os extintores de incêndio da escola – foi sem querer, ele só estava brincando.
O filho menor de idade bate o carro – o pai encobre, dizendo que ele é uma vítima também.
O filho rouba e mata – o pai arruma um ótimo advogado, muitas vezes até mentindo para livrar a cara do filho.
Passar a mão na cabeça é isso, não responsabilizar o filho por suas ações.
Proteger os filhos é função dos pais, encobrir erros não.”

Como tem sido por aí?

A clínica pediátrica Joseph El-mann é especializada em atendimentos pediátricos e neonatologia. A clínica oferece serviços de consultas em consultório ou em residência, parto assistido, aplicação de vacinas, consultas internacionais e visitas hospitalares. A clínica é chefiada pelo doutor Joseph El-mann, graduado em Medicina pela Universidade Federal Fluminense (UFF), no ano de 1991.

2020 © Copyright - Joseph El-Mann. Todos Direitos Reservados.

Agende sua consulta
Agende sua consulta
Agende sua consulta