Open/Close Menu Joseph El-mann

Convívio entre animais de estimação e crianças: O que você acha?

Nós somos defensores dos animais de estimação e, ao menor sinal, já estamos fazendo campanha pelos amiguinhos, mas também sabemos das responsabilidades que acompanham a decisão de ter um animal de estimação. Se você está pensando em ter mais um inquilino em casa, esse texto é pra você.

Um estudo divulgado na publicação médica Jama Pediatrics mostrou uma queda de 13% no risco da criança desenvolver asma durante a infância em crianças que tiveram convívio com cachorros no primeiro ano de vida. O estudo se baseou na ideia de que animais de estimação podem ajudar o sistema imunológico e evitar alergias.

Relação entre animais de estimação e crianças

Outro estudo publicado na revista Preventing Chronic Disease mostrou que ter um cachorro em casa pode diminuir a ansiedade na infância. De acordo com terapeutas especializados em comportamento infantil, a relação com o animal estimula o afeto, companheirismo, a paciência, etc. As crianças com tendência a desenvolver ansiedade costumam ficar muito preocupadas, antecipando situações mentalmente, logo a rotina de cuidados com o animal acaba por distraí-las das preocupações e trazendo-as para o momento presente.

Alguns benefícios de ter animais de estimação em casa

Levar o bichinho para passear, correr, jogar vareta. A criança tende a ficar mais ativa, diminuindo os riscos de obesidade.
O vínculo forte da criança com os pets faz com que a criança aprenda a interagir mais, a dividir as coisas e até a ficar mais sensível a ajudar os outros.
Como falamos anteriormente, o contato com animais durante a infância pode diminuir o risco de asma e alergias.

Animais de estimação e crianças

A pesquisadora Carine Savalli Redígolo participou de uma pesquisa do Departamento de Psicologia Experimental da Universidade de São Paulo (USP) e relatou que os estudos avaliados mostraram que o convívio com animais possibilita aos bebês ficarem menos suscetíveis às alergias e dermatites tópicas. “Também foi observada a redução de rinites alérgicas por volta dos 4 anos e dos 6 aos 7, devido à redução da imunoglubina E, um anticorpo que quando em altas concentrações sugere um processo alérgico”, afirma.

Acariciar um cão pode elevar os níveis de imunoglobulina A, um anticorpo presente nas mucosas que evita a proliferação viral ou bacteriana, sendo importante na prevenção de várias patologias. Este resultado se deve, possivelmente, ao relaxamento que o contato com o animal proporciona, explica Carine.

Se você já tem uma criança alérgica, talvez não seja à hora de adotar um novo amigo, mas veja algumas dicas para diminuir os riscos de reação alérgica

Tentar manter os animais fora do quarto e, quando possível, das áreas de convívio;
Banhos regulares em gatos e cachorros podem ajudar;
No mercado existem filtros de ar e aspiradores de pó eficientes.
Desinfetar a casa ou apartamento pelo menos de 6 em 6 meses.
Lavar as mãos após o contato com os animais

Para garantir uma convivência saudável e tranquila, assim como fazemos com as crianças, o calendário vacinal do animal também deve estar em dia.

Amizade entre crianças e animais

Por fim, se você tem a intenção de ter um animal de estimação, a nossa orientação é pesquisar muito sobre a raça, os cuidados, as doenças e tudo o que envolve essa decisão.

E para encerrar, o mais importante: Dar muito amor para o novo amigo!

A clínica Joseph El-mann é especialista em pediatria e neonatologia e oferece diversos serviços para o melhor atendimento. A clínica pediátrica está localizada na Av. das Américas, 3555, Rio de Janeiro.

2020 © Copyright - Joseph El-Mann. Todos Direitos Reservados.

Agende sua consulta
Agende sua consulta
Agende sua consulta