Open/Close Menu Joseph El-mann
Estágios da adolescência

Embora entrar na adolescência possa ser intimidante para os pais e seu filho, compreender os altos e baixos de cada estágio pode prepará-los melhor para lidar com quaisquer desafios. Cada criança é diferente, mas geralmente vocês podem esperar as seguintes mudanças durante os três estágios da adolescência. Cada estágio é separado em listas de mudanças físicas e mentais/emocionais.

A adolescência é o período de transição entre a infância e a idade adulta

Adolescência

Adolescência

Adolescência precoce (dos 10 aos 13 anos de idade)

Durante esta fase, as crianças muitas vezes começam a crescer mais rapidamente. Elas também começam a notar outras mudanças corporais, incluindo crescimento de pelos embaixo dos braços e próximo aos órgãos genitais, desenvolvimento dos seios nas mulheres e aumento dos testículos nos homens. Geralmente começam um ou dois anos mais cedo nas meninas do que nos meninos, e pode ser normal que algumas mudanças comecem já aos 8 anos para as mulheres e aos 9 para os homens. Muitas meninas podem começar seu período menstrual por volta dos 12 anos, em média 2 a 3 anos após o início do desenvolvimento dos seios.

Essas mudanças corporais podem inspirar curiosidade e ansiedade em alguns – especialmente se eles não sabem o que esperar ou o que é normal. Algumas crianças também podem questionar sua identidade de gênero nesta época, e o início da puberdade pode ser um período difícil.

Os primeiros adolescentes têm um pensamento concreto em preto e branco. As coisas são certas ou erradas, ótimas ou terríveis, sem muito espaço entre elas. É normal nesta fase que os jovens centrem o seu pensamento em si próprios (denominado “egocentrismo”). Como parte disso, os pré-adolescentes e os primeiros adolescentes costumam ter vergonha de sua aparência e têm a sensação de estar sempre sendo julgados por seus colegas.

Os pré-adolescentes sentem uma necessidade cada vez maior de privacidade. Eles podem começar a explorar maneiras de serem independentes de sua família. Nesse processo, eles podem ultrapassar os limites e reagir fortemente se os pais ou responsáveis reforçarem os limites.

Adolescência intermediária (dos 14 aos 17 anos de idade)

As mudanças físicas desde a puberdade continuam durante a adolescência média. A maioria dos homens terá iniciado seu surto de crescimento e as mudanças relacionadas à puberdade continuam. Eles podem ter alguma falha de voz, por exemplo, conforme sua voz fica mais baixa ou, até mesmo, mais fina. Alguns desenvolvem acne. As mudanças físicas podem ser quase completas para as mulheres, e a maioria das meninas agora tem períodos menstruais regulares.

Nessa idade, muitos adolescentes se interessam por relacionamentos românticos e sexuais. Eles podem questionar e explorar sua identidade sexual – o que pode ser estressante se não tiverem o apoio de colegas, da família ou da comunidade. Outra maneira típica de explorar o sexo e a sexualidade para adolescentes é a auto estimulação, também chamada de masturbação.

Muitos adolescentes do meio têm mais discussões com os pais enquanto lutam por mais independência. Eles podem passar menos tempo com a família e mais tempo com amigos. Eles estão muito preocupados com sua aparência, e a pressão dos colegas pode atingir seu pico nessa idade.

Distúrbios alimentares e distorções de imagem costumam acontecer nessa fase

O cérebro continua a mudar e amadurecer neste estágio, mas ainda existem muitas diferenças em como um adolescente normal do meio pensa em comparação com um adulto. Muito disso ocorre porque os lobos frontais são as últimas áreas do cérebro a amadurecer – o desenvolvimento não está completo até que a pessoa esteja na casa dos 20 anos! Os lobos frontais desempenham um grande papel na coordenação de tomadas de decisões complexas, controle de impulsos e na capacidade de considerar várias opções e consequências.

Adolescentes intermediários são mais capazes de pensar abstratamente e considerar “o quadro geral”, mas ainda podem não ter a capacidade de aplicá-lo no momento. Por exemplo, em certas situações, crianças no meio da adolescência podem pensar em coisas como:

“Estou indo bem em matemática, mas quero ver esse filme … um dia sem estudar não importa.”

“Eu realmente tenho que usar camisinha durante o sexo se minha namorada toma a pílula? ”

“A maconha é deixa alegre, então não pode ser tão ruim”.

Embora possam seguir a lógica de evitar riscos fora dessas situações, emoções fortes geralmente continuam a guiar suas decisões quando os impulsos entram em ação.

Adolescência tardia (dos 18 aos 21 anos de idade … ou mais!)

Adolescentes tardios geralmente completaram o desenvolvimento físico e cresceram até sua altura adulta completa. Eles geralmente têm mais controle de impulso agora e podem ser mais capazes de avaliar os riscos e recompensas com precisão. Em comparação com os adolescentes do meio, os jovens no final da adolescência podem se pegar pensando:

“Embora eu ame assistir filme, preciso estudar para a prova.”

“Eu deveria usar camisinha, mesmo que minha namorada esteja usando anticoncepcional, isso não é 100% para prevenir a gravidez.”

“Embora a maconha seja legal, estou preocupado em como ela pode afetar meu humor e desempenho no trabalho/escola”.

Os adolescentes que estão entrando na idade adulta têm um senso mais forte de sua própria individualidade agora e podem identificar seus próprios valores. Eles podem se tornar mais focados no futuro e basear as decisões em suas esperanças e ideais. Amizades e relacionamentos românticos tornam-se mais estáveis. Eles ficam mais separados emocional e fisicamente de sua família. No entanto, muitos restabelecem um relacionamento “adulto” com seus pais, considerando-os mais como iguais a quem pedir conselhos e discutir assuntos maduros, do que como uma figura de autoridade.

Pais: como ajudar seus filhos a chegar à adolescência?

Os filhos e seus pais muitas vezes lutam com a mudança da dinâmica das relações familiares durante a adolescência. Mas os pais ainda são um suporte fundamental durante todo esse tempo.

Aqui estão algumas coisas que vocês podem fazer:

  • Ajude seu filho a antecipar as mudanças em seu corpo. Aprenda sobre a puberdade e explique o que está por vir. Tranquilize-os de que as mudanças físicas e a sexualidade emergente fazem parte do desenvolvimento normal e saudável. Deixe espaço para perguntas e permita que as crianças as façam em seu próprio ritmo. Fale com seu pediatra quando necessário!
  • Inicie conversas antecipadas sobre outros tópicos importantes. Mantenha uma comunicação aberta sobre relacionamentos saudáveis, sexo, sexualidade, consentimento e segurança (por exemplo, como prevenir infecções sexualmente transmissíveis e gravidez, e uso de substâncias). Iniciar essas conversas durante o início da adolescência ajudará a construir uma boa estrutura para discussões posteriores.

Mantenha as conversas positivas com seu filho. Mostre seus pontos fortes. Comemore os sucessos.

  • Apoie e estabeleça limites claros com expectativas altas, mas razoáveis. Comunique expectativas claras e razoáveis sobre a hora de dormir, desempenho na escola, uso de eletrônicos e comportamento, por exemplo. Ao mesmo tempo, amplie gradualmente as oportunidades para obter mais independência ao longo do tempo, conforme seu filho assume responsabilidades. Jovens com pais que buscam esse equilíbrio apresentam menores taxas de depressão e uso de drogas.
  • Discuta comportamentos de risco (como atividade sexual e uso de substâncias) e suas consequências. Certifique-se de dar um exemplo positivo. Isso pode ajudar os adolescentes a considerar ou ensaiar a tomada de decisões com antecedência e se preparar para quando as situações surgirem.
  • Honre a independência e a individualidade. Tudo isso faz parte da mudança para a idade adulta. Sempre lembre seu filho de que você está lá para ajudar quando necessário.

A adolescência pode dar a sensação de andar de montanha-russa. Ao manter relacionamentos pais-filhos positivos e respeitosos durante este período, sua família pode (tentar) aproveitar o passeio!

Nós temos outros posts sobre Adolescência aqui no Blog, clique para ler todos!

Quer fazer uma visita à Clínica ou deixar sua opinião? Nós vamos ficar muito felizes! Clique aqui!

2020 © Copyright - Joseph El-Mann. Todos Direitos Reservados.

Agende sua consulta
Agende sua consulta
Agende sua consulta